Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Pobr€za das Naçõ€s

A Pobr€za das Naçõ€s

Jogo de Soma Zero

O atual cenário económico mundial é caraterizado por um trágico contraste entre países avançados e países em desenvolvimento. E este fosso tem aumentado: em 2014, o PIB per capita dos EUA atingiu os 50.417,57 USD, enquanto o do Zimbabwe estima-se em menos 2% deste valor. Estes números refletem uma gigantesca diferença de padrões de vida. Existem várias teorias de desenvolvimento económico para explicar essa disparidade. Vou debruçar-me em particular a uma: A teoria da Revolução da Dependência Internacional (em inglês, The Internacional Dependence Revolution). Na sua essência esta teoria defende que o desenvolvimento económico dos países avançados baseia-se no subdesenvolvimento dos países pobres. Em outras palavras, os países avançados são ricos porque exploram os países pobres. Uma vertente desta teoria é o modelo da dependência neocolonial, segundo a qual os antigos colonos continuam a explorar as ex-colónias. Apesar de radical, infelizmente há evidências que suportam esta teoria. Logo, é fundamental uma nova ordem económica mundial que promova uma maior igualdade entre os países. É verdade que os países subdesenvolvidos também devem fazer o trabalho de casa, a começar pelos direitos humanos, não adianta só apontar o dedo ao vizinho (apesar deste ter alguma culpa). O crescimento económico mundial não tem que ser um jogo de soma zero (uns ganham e outros perdem), todos podem beneficiar, é uma questão de mais vontade política e menos ganância.